3 de jan de 2007

SOM IMAGINÁRIO- Contramão - O que seria um som imaginário?

SOM IMAGINÁRIO- Contramão - O que seria um som imaginário?

Som_Imagin_rio_(1970)_Som_Imagin_rio.rar.

Som Imaginário (1970) Som Imaginário2006-11-1032 MB

Som_Imagin_rio_(1971)_Som_Imagin_rio.rar.

Som Imaginário (1971) Som Imaginário2006-11-1031 MB

Som_Imagin_rio_(1973)_Matan_a_Do_Porco.rar.

Som Imaginário (1973) Matança Do Porco2006-11-1035 MB

Origem dos Links:

http://cogumelomoon6070brasil.blogspot

Dê uma olhada nos links! Alguns poucos links possuem senha que devem ser pedidas diretamente no site da Cogumelomoon 60 70 80 Brasil, mas felismente a grande maioria não!Os links postados pela Cantina do Rock nunca possum senhas, porém alguns ainda insistem em faze-lo!A Cogumelomoon 60 70 80 Brasil é um blog que vem contribuindo e muito para o resgate do rock nacional!Agradecemos muito!!

SOM IMAGINÁRIO- Contramão - O que seria um som imaginário?


Som, essa coisa que todo mundo faz mesmo sem querer, um espirro, um bocejo, um gemido, enfim...

Você faz som em todo seu caminho querendo ou não; e Imaginário, o imaginário é o imaginário oras, imagine algo, pronto! (rsrsrs).
No dicionário, se pegarmos as palavras ao pé da letra, som é tudo o que soa ou impressiona o sentido do ouvido, ruidos, vibrações sonoras que se sucedem regualrmente; Imaginário é imaginar, conceber, criar imagens, fantasias.
O Som Imaginário foi uma banda formada no Rio de Janeiro, logo no inicio dos anos 70, por musicos quase todos mineiros, eles tocaram com Milton Nascimento, Gal Costa,Carlinhos Vergueiro e Sueli Costa.Pelo grupo passaram alguns gênios da música nacional, Wagner Tiso nos teclados; Luís Alves no baixo; Robertinho Silva na bateria; Tavito no violão; Frederyko (Fredera) na guitarra; Zé Rodrix nos teclados, voz e flauta; Laudir de Oliveira na percussão; Naná Vasconcelos na percussão; Nivaldo Ornelas no saxofone; Toninho Horta na guitarra; Noveli no baixo; Paulo Braga na bateria.No letreiro do teatro o nome do show era "Milton Nascimento, ah, e o Som Imaginário". O show estreou no Teatro Opinião (RJ), seguindo para o Teatro da Praia (RJ). Nessa ocasião, Laudir de Oliveira desligou-se do conjunto, sendo substituído na percussão por Naná Vasconcelos. O espetáculo seguiu para a Boate Sucata (RJ), com a participação de Frederiko na guitarra solo, e depois para o Teatro Gazeta (SP), sem a participação de Naná. Ainda em 1970, gravou seu primeiro disco, "Som Imaginário", destacando-se canções como "Feira moderna" (Beto Guedes e Fernando Brant) e "Hey man" (Zé Rodrix e Tavito). Ainda nesse ano, participou da gravação do disco "Milton", de Milton Nascimento.
Em 1971, Zé Rodrix desligou-se do grupo. No mesmo ano, o conjunto lançou o LP "Som Imaginário", que incluiu "Ascenso" (Frederiko e Fernando Brant), "Cenouras" (Frederiko), "Nova estrela" (Wagner Tiso) entre outras pérolas. Ainda em 1971, acompanhou Gal Costa em show realizado pela cantora no Teatro Opinião (RJ), tendo novamente Naná Vasconcelos na percussão. Participou, ainda neste ano, do filme "Nova estrela".Em 1973, gravou o LP "Matança do porco", que pra muitos é o álbum mais progressivo do grupo, contendo canções de Wagner Tiso como, "Armina" e a faixa-título, escrita originalmente para o filme "Os deuses e os mortos", de Ruy Guerra, que concorreu ao Festival de Berlim dois anos antes. Também em 1973, participou do LP "Milagre dos peixes", com Milton Nascimento, apresentado, no ano seguinte, em espetáculo gravado ao vivo e lançado em disco.Em 1974, apresentou, com Milton Nascimento, o espetáculo "Milagre dos peixes", lançado em LP gravado ao vivo.Depois destas informações, vamos usar a imaginação...Imagina um palco com estes caras todos tocando e você lá sentadão só curtindo um som. Imaginou? Então, muito difícil imaginar isso? Vamos ser realistas, mas continuar a imaginar, você consegue se ver ouvindo o som imaginário no seu CD player?
Ouça, compre, copie, baixe na web, pegue emprestado, abduza de alguém, mas não deixe de ouvir ao menos uma canção desta historica e incrivel banda de progressivo nacional. Pois é, não foi só imaginação minha não, esta banda existiu mesmo, imperdível!
Discografia
 Som Imaginário (1970) Odeon LP, CD
 Som Imaginário (1971) Odeon LP, CD
 Matança do porco (1973) Odeon LP,
CD Extras:
 Milton (1970) Odeon LP, CD
 Milagre dos peixes (1973) Odeon LP, CD
 Milagre dos peixes ao vivo (1974) Odeon LP,CD
Compilação:
 O Som Imaginário (1997) EMI 3 CDs (os três LPs gravados pelo grupo foram lançados em CD pela EMI).
Matéria escrita a partir de pesquisa realizada e todas as informações aqui contidas foram retiradas de diversas fontes na web.
Márcia Brasil - progrockcontramao@hotmail.comÉ artista Plástica, A. Cultural, colaboradora do Jornal Diário do Vale, Produtora e apresentadora do programa Contramão que vai ao ar pela rádio Piraí FM - RJ e pela web rádio Mundo Rock.Site: www.contramao.net
Origem do Documento:
BELEZA!

2 comentários:

Anônimo disse...

Matança dos porcos: quem não ouiu pode crer: é um dos 100 + da mpb.... Vale comprar (ou puxar) e curtir...

Venâncio Rock and Roll disse...

Sim é verdade...muito bom....rsrsr...mas temos que deixar algo de bom na geladeira para a galera ir procurar nos Sebos..senão fica muito Fácil...srrsrsr KKKKK abraço!!!