4 de mai de 2010

Banda Soma - Programa Senhor F numero 08 - Repostagem Cantina do Rock !!!

A alguns meses recebi um pedido de repostagem de link, acabei por descuido apagando o e-mail provavelmente junto com spans e outros indesejáveis, o fato é que procurei sim imediatamente nos hds e pcs, e nada, depois nos cds e bkaps e nada..entào recorri ao melho pc da casa d meus pais datada do periodo de 98 99 e cruelmente tinha sido formatado em busca de espaço..kkkkkkk snf snf snf by by by...
ja passado alguns meses injuriado do que estava ouvindo, procurei uns cds soltos gravados e com muitos riscos devem ter em uma caixa de tenis uns 200 e tantos..e entre ele achei um velho de midia preta ...com o titulo rock progressivo anos 70 ..a beleza ..e fui curtindo no carro..derrepente a minha mina pergunta ta ná rádio mas vc não houve rádio? ..nem tinha percebido..era este rarissimo programa desvendando um dos maiores misterios da psicodelia do rock nacional...muito legal...ae lembrei-me deste pedido e hoje em hospedado em hotel em Ponta Grossa compactei o arquivo e disponibilizo aqui a todos...se alguem se reconhecer como autor do pedido ..beleza está ae..abraço
Banda Soma - Programa Senor F numero 8!



Observando a postagem original abaixo, recordo-me que foi um pedido vindo da Inglaterra onde a estinta Lagrima Psicodelica do mano jonhy F, repondi o pedido com esta postagem isto em 96 , quando os blogs estavam dispontando e levando consigo o proprio Blogspot com hoje caça e aniqui-la os seus maiores colaboradores do passado os blogs de download musical...então esta postagem se torna uma homenagem ap Lendário Blog Lagrima Psicodelica excluido pelos ditadores do Blogspot....que Pena JonhyF vc seu trabalhoe seu Blog foi expoente maximo dos anos 2000 é uma pena..abraço!

Postagem original:
Com Links Atualizados!

16 de novembro de 2006

2006
SOMA - Cantina Psicodélica -Senhor F


SOMA - Cantina Psicodélica -Senhor F
Cantina do Rock em harmonia com a Lagrima Psicodélica!


Sexta-feira, Outubro 13, 2006

Soma

Pessoal do Lagrimapisicodélica,
Escrevo da Inglaterrra, 3 anos aqui, 43 na veia, vivendo o 'milagre' Lagrimapisicodélica via satélite,voces estao de parabéns, top 10 desde os tempos da BBS do Mandic !!!
O e-mail é sobre o grupo SOMA que eu conheci numa faixa do "Banquete dos Mendigos"Será que a força do Lagrimapsicodélica no meio musical pode trazer de volta pro mundo o trabalho desse grupo ? Tem também o misterio de onde foi parar o filme que eles colocaram a trilha sonora. Segue o que achei na internet (escrevi pro Ritchie sobre o soma mas nada...), se tiverem um contato aqui na Inglaterra pra conseguir uma copia do filme, contem comigo que eu vou procurar. :SomaGrupo formado em 1969 pelo ex-Los Finks (na Espanha) e Out Casts (já no Brasil), Bruce Henry (baixo e voz), Jaime Shields (guitarra e voz), Alírio Lima (bateria) e, ainda, Ricardo Peixoto (guitarra), que depois tocou com Flora Purim e Airton Moreira. Como trio, gravaram quatro músicas para a coletânea Barbarella (nada a ver com o filme), lançada pelo selo Red Bird Records, em 1971.


Sem sucesso, e com o clima ditatorial adverso, o grupo deu um tempo, com seus integrantes dispersando-se pelo mundo.
Em 1974, o grupo reorganizou-se, já com a presença do vocalista e flautista Richard Court (Ritchie), recém chegado da Inglaterra, de onde veio à convite de Rita Lee. Com Bruce, Shields, Alírio e Ritchie participa de shows no Rio de Janeiro, especialmente, do disco coletivo Banquete dos Mendigos, produzido por Jards Macalé, em comemoração aos 25 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Na mesma época, Bruce, Jaime e Alírio gravaram a trilha sonora de Meu Bag Blues, um filme sobre Ronald Bigs, então vivendo no Rio de Janeiro, que acabou não rolando. Além dos três músicos do Soma, ainda participaram do projeto, o saxofonista Nivaldo Ornellas e o tecladista Guilherme Vaz, que depois escreveu a premiada trilha sonora do filme Rainha Diaba. Em meados dos anos setenta, com participação do pianista Tomas Improta, a banda passou a realizar shows com influência mais jazística, até terminar.
Atualmente (2000), Bruce Henry é o único a se manter ativo no meio musical, com participação em gravações dos principais músicos brasileiros e vários álbuns solos editados.A incrível história de 'My Bag Blues'* Fernando RosaEm sua viagem de retorno para a Inglaterra, onde foi se "entregar", o "assaltante do trem pagador" Ronald BigGs levou uma raridade do rock brasileiro: a trilha sonora de 'Meu Bag Blues' - um filme inédito sobre sua história - gravada pelo grupo Soma, em meados dos anos setenta.
O objetivo, segundo falou o filho de Biggs à imprensa, recentemente, é tentar editar o material que, além da curiosidade histórica, tem ótima qualidade musical, segundo seus poucos e privilegiados conhecedores.A história contada em edição anterior de Senhor F no início do ano, pelo próprio Bruce Henry, um dos integrantes do Soma, ao lado de Jayme Shields e Alírio, é tão fantástica quanto a própria biografia de seu personagem. Segundo Henry, a fita foi inicialmente bancada pelo próprio Ronald Biggs, e gravada em estúdio do Rio de Janeiro, quando a banda estava no auge de sua fama no cenário underground brasileiro.


Depois de várias tentativas de edição, a fita "sumiu" e somente veio à tona recentemente, quando Bruce Henry ganhou a master original de presente do proprietário do estúdio.Na época, as gravadoras, tanto brasileiras quanto estrangeiras, negaram-se a editar o material, sob a justificativa de que não seria "ético" lançar um material envolvendo a controvertida figura de Ronald Biggs. Argumento hipócrita, que foi rotundamente derrubado pelos próprios conterrâneos de Biggs, a banda punk Sex Pistols, que gravou, posaram para fotos e elegeram o assaltante do trem pagador um de seus ídolos.Segundo disse Bruce a Senhor F, o nome 'Meu Bag Blues' deve-se ao fato de que os presos de 'Sua Majestade' passavam o tempo a costurar sacos de correio, nas cadeias da Inglaterra.
Além dos três músicos do Soma, ainda participaram do projeto, o saxofonista Nivaldo Ornellas e o tecladista Guilherme Vaz, que depois escreveu a premiada trilha sonora do filme 'Rainha Diaba'.O grupo Soma nasceu em 1969, formado por Bruce Henry (baixo e voz), mais Jaime Shields (guitarra e voz), Alírio Lima (bateria) e, ainda, Ricardo Peixoto (guitarra), que depois tocou com Flora Purim e Airton Moreira. Como trio, gravaram quatro músicas para a coletânea 'Barbarella' (nada a ver com o filme), lançada pelo selo (nacional) Red Bird Records, em 1971. Sem sucesso, e com o clima ditatorial adverso, o grupo deu um tempo, com seus integrantes dispersando-se pelo mundo.Em 1974, o grupo reorganizou-se, já com a presença do vocalista e flautista Richard Court (Ritchie), recém chegado da Inglaterra, de onde veio à convite de Rita Lee. Com Bruce, Shields, Alírio e Ritchie, a banda participa de espetáculos no Rio de Janeiro, especialmente do show/disco coletivo 'Banquete dos Mendigos', produzido por Jards Macalé, em comemoração aos 25 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. É deste disco a gravação mais conhecida da banda, a música 'P.F.'.Antes de formar o Soma, Bruce Henry integrou o The Outcasts, grupo de garagem do Rio de Janeiro. The Outcasts lançou um LP e um compacto, pelo selo Elpa, da Elenco, com originais e covers de The Who ('My Generaiton'), Rolling Stones e Bob Dylan.Soma, um mistério desvendado* Fernando Rosa.


O grupo Soma é um dos maiores mistérios da história do rock brasileiro. Além da lenda, pouco se conhece da banda que teve o cantor Ritchie entre seus integrantes. Em disco, até pouco tempo, a única música conhecida era P. F., do disco coletivo O Banquete dos Mendigos, gravado ao vivo, em 1974. Com persistência e ajuda de amigos, Senhor F levantou a história completa da banda, que passamos a contar.The Out CastsA história começa na Espanha, mais exatamente em Madri, no Clube Miramar, por volta de 1963/64. Ali, na onda dos Beatles, tocava um grupo chamado Los Finks, que tinha no baixo o americano Bruce Henry. Na época, Bruce era amigo de Fernando Arbex, que começou tocando rock instrumental com Los Pekenikes e depois formou o famoso Los Brincos, o melhor grupo espanhol dos anos sessenta. Esse grupo teve vários de seus hits vertidos para o português, especialmente pelos Incríveis ('Renascerá' e 'Giullieta', no álbum 'Mundo Louco', por exemplo). Arbex ainda fez parte do grupo Barrabas, nos anos setenta.Dois anos depois, Bruce estava no Rio de Janeiro, estudando no Colégio Americano. Na escola, conheceu Rick Strickland Jr, outro americano, com quem formou o grupo The Out Casts. Junto com Bruce (baixo e voz) e Rick (guitarra e voz), estavam Chico Azevedo (bateria) e Gee Bee - assim está creditado no disco - (também guitarra).Com idades em torno de 16 anos e visual psicodélico, que incluia roupas coloridas, show de luzes e bateria fluorescente, The Out Casts fez um certo sucesso na cena carioca de garagem da segunda metade da década. O grupo apresentava-se com assiduidade em clubes como Boliche 300 e Paissandu e também fazia aparições na televisão. Em 1967, abriram show para Roberto Carlos, no pavilhão do São Cristóvão, no Rio de Janeiro.Totalmente obscuro, o grupo gravou um álbum chamado 'My Generation', em 1967. No repertório, composições originais e covers para clássicos do Who, Rolling Stones e Bob Dylan, entre outros. O disco foi lançado pelo desconhecido selo ELPA, que vinha a ser uma espécie de tentativa do Elenco de criar um braço pop. O selo Elenco, de Aloisio de Oliveira, era especializado em Bossa Nova. Além do álbum, ainda foi lançado um compacto com 'My Generation' (The Who), que abre o lp.O grupo acabou em 1968, deixando um segundo disco gravado, mas que nunca foi editado, devido a falência do selo.
Um ano após, Bruce Henry já havia formado o grupo Soma, enquanto Chico Azevedo passou a tocar com Gilberto Gil e outros músicos e Rick Strickland Jr. abandonou a música.SomaAo contrário do que muita gente pensa, o Soma, portanto, não começou em meados dos anos setenta. O grupo nasceu em 1969, formado por Bruce Henry (baixo e voz), mais Jaime Shields (guitarra e voz), Alírio Lima (bateria) e, ainda, Ricardo Peixoto (guitarra), que depois tocou com Flora Purim e Airton Moreira. Como trio, gravaram quatro músicas para a coletânea 'Barbarella' (nada a ver com o filme), lançada pelo selo (nacional) Red Bird Records, em 1971. Sem sucesso, e com o clima ditatorial adverso, o grupo deu um tempo, com seus integrantes dispersando-se pelo mundo.


Em 1974, o grupo reorganizou-se, já com a presença do vocalista e flautista Richard Court (Ritchie), recém chegado da Inglaterra, de onde veio à convite de Rita Lee. Com Bruce, Shields, Alírio e Ritchie participa de espetáculos no Rio de Janeiro, especialmente do show/disco coletivo Banquete dos Mendigos, produzido por Jards Macalé, em comemoração aos 25 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Álbum duplo, gravado ao vivo, a obra permanece inédita em cd até hoje.Na mesma época, Bruce, Jaime e Alírio, gravaram uma das maiores raridades da discografia nacional, a trilha sonora de 'Meu Bag Blues', um filme sobre Ronald Bigs, então vivendo no Rio de Janeiro, que acabou não rolando. Segundo o próprio Bruce, o nome 'Meu Bag Blues' deve-se ao fato de que os presos de Sua Majestade passavam o tempo a costurar sacos de correio, nas cadeias da Inglaterra. Além dos três músicos do Soma, ainda participaram do projeto, o saxofonista Nivaldo Ornellas e o tecladista Guilherme Vaz, que depois escreveu a premiada trilha sonora do filme 'Rainha Diaba'.A fita, inicialmente bancada pelo próprio Ronald Biggs, depois de várias tentativas de edição, tanto na Inglaterra quanto nos Estados Unidos, se perdeu nos escaninhos do tempo. Segundo Bruce, a negativa vinha sempre acompanhada da justificativa de que não seria "ético" lançar um material envolvendo a controvertida figura de Biggs. Argumento hipócrita, derrubado logo após pelos conterrâneos Sex Pistols, que gravaram, posaram para fotos e elegeram um de seus ídolos o assaltante do trem pagador.


Recentemente, Bruce Henry ganhou de presente do proprietário do estúdio, o master original das gravações. O que reacende a idéia de ver esse material editado, agora em cd.Em meados dos anos setenta, com participação do pianista Tomas Improta, a banda passou a realizar shows com influência mais jazística, até terminar já quase no final da década. Atualmente, Bruce Henry é o único a se manter ativo no meio musical, com participação em gravações dos principais músicos brasileiros e vários álbuns solos editados.
Leia mais:Bruce Henry - http://www.brucehenry.stop.toPiscodelia & Progressivo brasileiro (introdução)O som de garagem no Brasil (introdução)Los Brincos (biografia)DiscografiaThe Out Casts - My Generation (lp, 1967)The Out Casts - My Generation (compacto, 1967)Soma - Barbarella (lp, 1971, participação com as músicas: Potato Fields, Fragments, Treasures, Where)Soma - O Banquete dos Mendigos (lp, 1974, participação com a música: P.F.)Bruce Henry - ver site do baixista.--------------------------------------------------------------------
----------Valeu !André
Postagem feita André.Vamos esperar que nossa galera tenha este material para disponibilizar...
Johnny F
Domingo, Novembro 12, 2006

Cantina Psicodélica :

Olá Amigos da Lágrima Psicodélica!

Banda SOMA: Três Canções Inclusive P.F., do LP Banquete dos Mendingos, que alguem poderia postar aqui né! http://lagrimapsicodelica.blogspot.com
Soma Programa Senhor F 8



Em especial a Johnny F, que após um contato acabei criando o blog Cantina do Rock onde acabo relembrando alguns sons que fui conhecendo ao longo da jornada.A situação é que garimpando arquivos na L. P. acabei deparando com um apelo do André que está na Inglaterra a respeito de arquivos sonoros da banda carioca SOMA.
Bom lembreime de imediato que deveria ter em algum HD arquivos da antigo programa do Senhor F na Usina do Som, e entre os arquivos sobreviventes a diversas formatações e filtros estava lá: Programa Senhor F 08, por Fernando Rosa. Desvendando os misterios do rock Brasuca.Então passei para MP3 este programa dividido em tres arquivos contendo três canções e comentários de Fernando Rosa acho de 1998.Aproveitando gostaria de acradecer a Fernado Rosa e seus trabalhos, que vem desde a muito tempo documentando e disponibilizando grandes trabalhos do nosso Rock!
E claro quem tiver todos os programas do Senhor F da Usina do Som em bom estado, poderia posta-los!Seria muito bom para a Lágrima Psicodélica e seus colaboradores!

Em breve também postarei em meu blog!
http://cantinadorock.blogspot.com
Valeu! Senhor F Fernando Rosa
Valeu! Lágrima Psicodélica Johnny F
Beleza
mvfap

Seria muito bom mano, ouvir esses programas do Senhor F da Usina do Som...Só discordo de vc em uma coisa: "em bom estado", hehehehe, para quem é "viciado" e tem "fome de viver" o registro histórico vale mais do que pesa...
Johnny F

Origem dos documentos:
http://lagrimapsicodelica.blogspot.com
http://cantinadorock.blogspot.com
Beleza!

Postado por Venâncio Rock and Roll às 23:34


2 comentários:
Anônimo disse...
Um filme de Ana Maria Bahiana e Jose Emilio Rondeau tem 3 musicas do SOMA

1972 é o filme!
22/11/2006 19:53:00
Anônimo disse...
Ricardo Peixoto continues his musical carreer , check out his page ricardopeixoto.com
24/01/2007 06:02:00

é isto ae ..coisa boa é com a gente...abraço!

Nenhum comentário: