18 de set de 2007

M15 eFFects Castle!! 11 de outubro de 2007 / Castelo Eldorado - Marilândia do Sul - Paraná - Brasil

Visite: http://m15effectscastle.blogspot.com


M15 eFFects Castle!! 11 de outubro de 2007 / Castelo Eldorado - Marilândia do Sul - Paraná - Brasil

A idéia de fazer o evento surgiu em uma conversa entre 4 amigos, que depois de debaterem muito, resolveram dar vida ao projeto. Festa de música eletrônica, sempre a céu aberto, onde a idéia central é celebrar a natureza, a paz e a vida, em contraponto à frenética badalação dos clubs e ao stress urbano. Este cenário todo do Castelo Eldorado, que é considerado uma das belezas turísticas do Paraná, recheado de ingredientes atraentes, “cai como uma luva” para toda uma geração jovem e faminta por opções de entretenimento diferenciado.


A festa vem com um line up nervoso, desde atrações regionais, nacionais e internacionais. Também contará com uma estrutura de primeira qualidade, sempre visando dar todo conforto a seus frequentadores. Contará com estacionamento para carros com segurança, praça de alimentação onde será o V8 Acoustic Bar que estará atendendo com toda sua infra-estrutura para melhor servir a todos.



O lugar para fazer a festa foi escolhido a dedo pela organização, O Castelo Eldorado é um dos cenários turísticos mais belo da Paraná.


O castelo, na verdade uma luxuosa construção com 2142 m2 edificada pela família Stalk durante a II Guerra Mundial entre 1942-1947. Na época, seus quatro pavimentos com paredes de 70 cm de espessura, abrigavam inúmeros aposentos, que foram construídos e decorados com todo luxo e conforto: escadarias, elevador, banheiro em mármore de Carrara, vidros franceses, lustres tchecos e cortinas da Síria. Todo esse requinte construído no Vale do Ivaí, em um lugar quase inacessível na época, geram inúmeras hipóteses e lendas, uma vez que realmente não sabe-se qual era a intenção da família ao construí-lo, inclusive há versões que o castelo teria servido como uma fortaleza de luxo para os nazistas fugidos da Alemanha durante a guerra.



O fato é que a fazenda possuía 5000 alqueires e que ficou conhecida como República do Eldorado. Tão grande era a riqueza proveniente da madeira, que a República chegou a ter uma moeda própria - o Boró - aceita em toda a região.Encravado em uma área de 12 alqueires que ainda conserva reminiscências da mata nativa, o local apresenta outras atrações como chalés, cascata, represas para pescarias e banhos e mirante em cima de uma grande árvore, de onde se avistam as cidades circunvizinhas. Dista 6 km da sede do município pela BR 376 - sentido Mauá - Marilândia, mais 3 km por estrada de paralelepípido.
Com certeza o lugar vai agradar e muito quem for prestigiar esse evento.



Line Up!!!

00:00 - Viny March (Hypnotic) Prog House

01:00 - Marcio (V8) Electro House

02:00 - Gui amado (Hypnotic) Electro House

03:30 - Marinho (eFFects/Elements) Prog/Full on0

5:00 - SWE DAGON live (Una Records)0

6:00 - Bixo (eFFects/Elements) Transição0

7:30 - BUTTERSONIC live (Domo Rec) *ISRAEL*0

8:30 - Shahaf Efrat (Domo Rec) Progressivo *ISRAEL*

09:30 - CHEMICAL SURF Live (Tryptamine)

10:30 - Lucas & Hugo (Flow Mex.) Progressivo

11:30 - FORZA (Flow Mex) Progressivo *MEXICO*

13:00 - BEAT GATE LIVE (FLOW MEX.)

14:00 - Carlão (AFirmaRecords) Electro House

15:00 - Alessandra (Union) Electro/Minimal

16:00 - Martinho Ramones (eFFects) Minimal House17:00 - L.Mareze (Spy) Minimal

House



Fugindo do cenário do Rock...mas entrando no cenário do Castelo Eldorado...que sim já foi palco de muitas programações de motocross regadas a rock and roll...altissimos finais de semanas..só por este fato ja se justificaria esta postagem..mas vamos além...a galera esta tentando com muita atitude e postura profissional reativar este ponto de encontro de pessoas em busca de entreterimento diferenciado..ahaaaa!!!!! .... e vamos colaborar...Sim! ..viva o rock ..!!!! Abraço Beleza!

Um comentário:

naiara disse...

Matéria publicada no jornal BOM DIA SOROCABA.

Nome: Mauro Dias

Caderno: geral


Sabem aquela época onde os músicos ainda eram músicos, os roqueiros ainda eram roqueiros?

Aquela época que multidões cantavam letras de cor, sentiam a música. E cada cabeludo ou careca tinha sua banda preferida, seu guitarrista preferido. As letras se tornavam parte da sua própria existência.

Houve uma época que os mitos valiam mais do que a realidade. Mas ainda assim éramos mais felizes. Há uma banda hoje no Brasil em que eu enxergo grandes mitos e grandes hits.

Um baterista que faz tudo o que se pode fazer em uma bateria, e mais um pouco.

Um baixista com cara de louco, que mexe as cordas como se fosse uma mulher.

Dois guitarristas empunhando uma Les Paul cada. Uma preta e uma dourada. Um fazendo bases harmoniosas, como se fossem brincadeiras. O outro solando como se fosse um bruxo do rock, com seu rosto introspectivo, e seus dedos velozes, fazendo cordas e mulheres gritarem.

E à frente, liderando o espetáculo, um vocalista alucinado, alucinante, carismático, cantando letras que se transformam em hinos e alcançando agudos como um anjo, um anjo mau.

Parece familiar??

Pode parecer, mas é tudo novinho. Essa banda que me tocou tanto com letras como “...Somos filhos do Rock´n Roll, somos grandes vencemos a dor...” e “...eu vejo a dor de um pai vendo seu filho morrer por outra pátria mal-amada que nem nos dá o que comer...”, se chama MÁRMORE DE CARRARA. Mas será que hoje em dia as gravadoras procuram conteúdo? Vamos esperar pra ver.

Mauro Dias



-----
contato dos rapazes é marmoredecarrara@hotmail.com